A empresa

A Minerembryo é a empresa pioneira em Centrais de Receptoras para Fertilização in Vitro (FIV) de bovinos do país. Situada em Alfenas/MG e com filial em Uberaba, a empresa já transferiu mais de 156 mil embriões e possui um banco de 7 mil receptoras.

Eduardo Muniz de Lima, médico veterinário e fundador da empresa, atua na reprodução e produção de bovinos, mais especificamente em transferência de embriões (TE) e FIV, há mais de 20 anos.

Desde 1994, quando nasceu em Jaboticabal o primeiro bezerro de FIV da América Latina, Eduardo já trabalhava com reprodução animal e acompanhou de perto esse fato histórico, sendo na época estagiário do Departamento de Reprodução Animal da UNESP. A partir de 1998, Eduardo passou a transferir embriões por fertilização in vitro produzidos na USP de Ribeirão Preto em receptoras de parceiros na região do Sul de Minas Gerais.

A medida que o mercado de Gado Elite se tornou receptivo à tecnologia de FIV, a empresa cresceu e ampliou seus trabalhos. Atua hoje em parceria com os melhores laboratórios que produzem embriões bovinos por FIV e, até o momento, já registrou o nascimento de mais de 73 mil bezerros de proveta (156 mil embriões transferidos com taxa de concepção média de 47%).

Técnica de Fertilização In Vitro

A transferência de embriões por FIV destaca-se por sua eficiente progressão genética, produzindo bovinos geneticamente superiores em um menor espaço de tempo, e na promoção da rápida multiplicação genética de animais de alto valor zootécnico, aumentando de 50 a 70 vezes o número de descendentes de uma doadora de embriões e, consequentemente, o ganho genético em carne ou leite.

Através da utilização dessa técnica é possível produzir centenas de bezerros em um mesmo ano a partir de uma mesma doadora. A técnica também possibilita um melhor aproveitamento de um sêmen de alto valor, pois proporciona que uma mesma dose de sêmen seja utilizada para acasalamento com mais de uma doadora.

Entre as vantagens destacam-se a não utilização de hormônios e um maior aproveitamento das fêmeas, uma vez que se pode utilizar bezerras, vacas prenhas, com problemas reprodutivos, que não produzem na TE convencional ou mesmo o ovário de vacas mortas.

Atualmente, a FIV é a técnica mais utilizada para otimização de doadoras de produção comprovada.

Onde Estamos

Localizada privilegiadamente no Sul de Minas, a Minerembryo está próxima dos principais laboratórios de FIV e também dos principais aeroportos do país, o que facilita toda a logística para a busca dos embriões que serão transferidos para as receptoras.

Nossa região, de tradição cafeeira, também é beneficiada pela qualidade das terras, um fator de extrema importância para a produção de forragens de altíssima qualidade para nutrir as receptoras, e pela grande oferta de aguadas naturais de alto padrão para a captação de água potável para os bebedouros.

Atualmente, possui 8 fazendas estabelecidas em 7 municípios em torno de Alfenas, nas quais as receptoras são alocadas de acordo com cada etapa do processo. Esses locais são divididos em: Fazendas de Recria, Unidades de Transferência de Embriões e Fazendas de Gado Prenhe.

Fazendas de Recria: São os locais para onde vão as novilhas após a compra. Nas Fazendas de Recria, os animais são submetidos a um protocolo sanitário completo e, após um período de quarentena e crescimento, são enviados para as Unidades de Transferência de Embriões para a observação dos cios.

Unidades de Transferência de Embriões (UTE): Nessas fazendas acontece a produção das prenhezes. A transferência dos embriões é realizada em receptoras férteis e saudáveis sete dias após o seu cio natural. As receptoras permanecem nesse local até o diagnóstico inicial da gestação realizado através de ultrassonografia, o que ocorre após 30 dias da transferência dos embriões.

Fazendas de Gado Prenhe: São os locais em que as receptoras vindas das UTE com resultado de prenhez positivo ficam instaladas. Após 60 dias de gestação é realizado o exame de sexagem fetal. Após esse exame, as receptoras estão prontas para serem entregues, mas existe também a possibilidade de aguardarem no local até os 7 meses de gestação, período limite para transportá-las sem maiores riscos de aborto.

Receptoras

Animais de alta habilidade materna, fertilidade e docilidade, escolhidos por criteriosa avaliação fenotípica, clínica e sanitária, prontos para receber os embriões de doadoras de alto valor zootécnico.

Certificados

Uma vez sexadas aos 60 dias de gestação, tira-se uma foto da receptora, anexada a um Certificado, que contém todos os dados sanitários, reprodutivos e nutricionais do animal.

O Certificado inclui o laboratório da FIV responsável pela produção do embrião que o animal está gestando, acasalamento, sexagem, proprietário, data da TE, previsão de parto, nutrição e todos os exames (3 exames de brucelose e tuberculose), vacinas (3 doses de IBR, BVD e leptospirose, além de carbúnculo, raiva e febre aftosa) e medicamentos administrados (2 doses de estreptomicina utilizada como antibioticoterapia preventiva para leptospirose e uma dose de ivermectina para controle parasitário interno e externo) com as respectivas datas, partidas, laboratórios e validade.

Sabemos da importância desse controle, por isso realizamos a rastreabilidade completa do animal, cercando-o de todos cuidados necessários para que ele possa gestar e parir bem o embrião de nosso cliente, além de desmamá-lo mais pesado.

Matriz - Alfenas,MG

Local:

Contato

Rua José Delmiro dos Santos, 475
Jardim Santa Inês
CEP: 37132-156
Alfenas - MG
(35) 3291-3760

Av. Nenê Sabino, 1160 - Sala 205
Bairro Olinda
CEP: 38055-500
Uberaba - MG
(34) 99995-2676

Grupo eWorld © 2018 - Todos os direitos reservados